Perfil:
Sinval Lacerda


Arquivos:

Amigos (0)::

POSTS

A atuação dos pensamentos na mente
29/02/2016 às 16:13

Conforme afirma a Logosofia, o pensamento é uma entidade psicológica que se procria e adquire vida na mente humana, de onde pode passar a outras mentes sem a menor dificuldade.

De acordo com a sua índole, pode nos levar a praticar tanto o bem quanto o mal. É comum confundir o pensamento com a mente, com a faculdade de pensar ou outras funções mentais, mas seria o mesmo que confundir o produto com aquilo que o produz. 

O conhecimento dos pensamentos é fundamental para podermos entrar em contato com a realidade interna, e a seleção deles contribui para a nossa superação e evolução. Isto exige uma observação constante, porque os pensamentos negativos, muitas vezes, se apresentam na mente com vestimentas do bem, o que dificulta a sua identificação.

Eles, de um modo geral, devem ser disciplinados para ficar subordinados a nossa inteligência e atender ao que  lhes determinamos, pois, do contrário podem nos levara praticar o que não queremos e impedir-nos de fazer o que nos propomos. 

A prática da disciplina mental contribui para o melhor aproveitamento das atividades e para a economia de energia e de tempo nas diversas ordens da vida. Ao executarmos uma tarefa que exija uma concentração maior, como a resolução de um problema relacionado com a nossa vida interna, por exemplo, devemos selecionar os pensamentos, procurando os que são afins com essa tarefa, e afastar os demais que, geralmente, acorrem nessas circunstâncias, porque, ainda que positivos, não contribuiriam para a melhor solução do referido problema, embora possam ser úteis em outras oportunidades.

Um dos principais objetivos da ciência logosófica é ensinar o ser humano a pensar. Ao realizar o processo de evolução consciente, instituído pelo criador desta ciência, o pensador e humanista González Pecotche, o estudante adquire os elementos que o ajudarão a conhecer a si mesmo, a organizar os seus sistemas mental e sensível, a desenvolver as suas faculdades da inteligência, a pensar por si mesmo e a edificar uma vida bem superior à de antes.       

Sinval Lacerda

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica: www.logosofia.org.br



Comentários



A amplitude da Logosofia
28/02/2016 às 22:04

Existe uma grande diferença entre a concepção logosófica, baseada nos princípios eternos da Criação plasmados por Deus nas Leis Universais, cuja transcendência tem por finalidade beneficiar a toda a humanidade e os conceitos comuns que estão desconectados do interno do ser humano e sem nenhuma transcendência para a sua vida, destinados a atender apenas às suas atividades comuns.

À medida que vamos ampliando os conceitos de um modo geral e realizando o processo de evolução consciente, instituído pela primeira vez na Historia  da Humanidade pela Logosofia, a nossa conduta vai se aprimorando em todas as ordens da vida em conformidade com os supremos desígnios de Deus plasmados nas Leis Universais. 

Os preconceitos, as crenças e o temor proveniente de ideias inculcadas, principalmente na minha infância prejudicaram a minha liberdade de pensar por mim mesmo além de travarem as faculdades da minha inteligência principalmente as de pensar, de raciocinar e de entender além de afetarem o meu sistema mental.

A Obra Logosófica é muito ampla e fonte inesgotável de estímulos. Constitui um dos maiores aportes de benefícios para o bem da humanidade e tem por finalidade beneficiar a todos os seres humano pelos conhecimentos de sua elevada concepção ao ensiná-los a si conhecerem a si mesmos, os semelhantes, os mundos mental e metafísico, além do acercamento da Sabedoria Eterna. 

Ao experimentar os benefícios proporcionados pela Logosofia no meu interno e à medida que os vou transformando em obras com o objetivo de ajudar aos semelhantes, sinto uma grande alegria interna pelo fato de estar correspondendo, dessa forma, com a Lei Universal de Caridade instituída por Deus. Sinval Lacerda – www.logosofia.org.br



Comentários



A amplitude da Logosofia
28/02/2016 às 21:59



Comentários